Valor: estatal chinesa tem quatro usinas em SP e planeja expansão

In De Olho na Imprensa, De Olho no Agronegócio, Empresas estrangeiras, Principal, Últimas

Cofco Agri entrou neste ano no mercado paulista de cana e no mercado matogrossense de soja; empresa fala em aquisição de mais usinas e em “forte crescimento no Brasil”

A notícia está no Valor Econômico de hoje: “Cofco Agri planeja ampliar usinas no Brasil“. Trata-se de uma estatal chinesa, que fatura US$ 40 bilhões por ano. Segundo o jornal, dona de quatro usinas sucroalcooleiras em São Paulo. E que planeja “um forte crescimento no setor no Brasil”.

“O foco, no curto prazo, é a expansão da capacidade de produção de suas plantas no país, mas o crescimento também pode vir a partir da aquisição de usinas”. Saltando de 15 milhões de toneladas de cana, capacidade atual, para 18 milhões de toneladas, em 2019.

O site da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) informa que a Cofco possui unidades em Catanduva, Meridiano, Poturendaba e Sebastianópolis. Elas pertenciam à empresa Noble Agri, de quem também herdou uma unidade de processamento de soja em Rondonópolis (MT).

A cana-de-açúcar ocupa a maior parte da área plantada no estado de São Paulo. E a compra de terras por estrangeiros está na pauta tanto do governo Temer como do Congresso – embora, na prática, já ocorra.

You may also read!

Para se proteger de ameaças, maior quilombo do país, o Kalunga, mapeia território em Goiás

Com apoio internacional, quilombolas georreferenciam suas terras para se defender do avanço do agronegócio, da invasão de grileiros, da

Read More...

Contra reforma da Previdência, camponeses aderem à greve geral e participam de manifestações em 26 estados

Em dia marcado por paralisações, trabalhadores rurais de diversos municípios saíram às ruas para protestar contra a reforma da

Read More...

Dono de empresas agropecuárias, senador banca projeto que extingue Reserva Legal

Filho de ex-governador do MA ligado a conflitos agrários, tucano Roberto Rocha considera a manutenção de matas nativas uma

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.