Categoria: De Olho no Agronegócio

Empresas que invadiram Esplanada têm histórico de trabalho escravo, crimes ambientais e conflitos agrários

De Olho nos Ruralistas pesquisou marcas estampadas nos caminhões que participaram dos ataques de 6 e 7 de setembro;

Veja como agronegócio marcou presença em manifestações antidemocráticas

Roupas, camisetas, caravanas, caminhões e discursos fazem menção ao setor durante protestos bolsonaristas em Brasília; Eduardo Bolsonaro agradeceu diretamente

Sindicato Rural de Santarém convoca atos golpistas a favor de Bolsonaro

Em nota, presidente da organização incentiva que "sociedade em geral" paralise atividades e participe de manifesto "em prol da

De Olho nos Ruralistas faz cinco anos e multiplica projetos

Aniversário prevê também campanha por mais 500 assinaturas, visando cobertura mais ampla das eleições de 2022; programa semanal sobre

Patrulhas rurais da PM atuam para agronegócio e contra camponeses

Estados criaram nos últimos anos grupos para "segurança da população rural"; na prática, patrulhas reforçam violência a favor dos

Bolsonaristas e grupos estrangeiros estão por trás da seca na Bacia do Rio Formoso, no Tocantins

Justiça manda suspender atividades de barragens de fazendas que tiram água dos rios para plantação de grãos; arrozeiro holandês,

Autor de PL que ameaça Código Florestal roda país em “carreta do agro” por Bolsonaro

Locutor da rede "A Voz do Campo", Marcelo Brum (PSL-RS) é sócio de fazendeiro condenado por tentativa de homicídio

Conheça o argentino que lucrará caso seja liberado o trigo transgênico

Gustavo Grobocopatel é sócio da maior produtora de soja e trigo da Argentina e fez parte da diretoria da

Polícia do MA indicia sojicultor que contratou 22 jagunços encapuzados para invadir comunidade

Camponeses divulgam, mesmo assim, imagens recentes de desmatamento por correntão; com R$ 2 milhões em multas do Ibama, Gilmar

Carros europeus usam couro envolvido em desmatamento da Amazônia

Frigoríficos como JBS e Minerva vendem produto para Volkswagen, BMW, Daimler, Peugeot e Renault, que ignoram destruição do bioma;

Mobile Sliding Menu