Incêndio em sindicato de Goiás pode ter sido criminoso, diz Contag

In De Olho nos Conflitos, Principal, Últimas

Confederação de Trabalhadores Rurais desconfia de retaliação política, por causa de denúncias de irregularidades cometidas pelo poder público ou por ruralistas

A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag) relatou nesta quinta-feira (10/11) que um incêndio pela manhã no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Cavalcante e Teresina de Goiás, em Cavalcante (GO), destruiu computador, impressora e documentos de até 15 anos.

A organização desconfia que o incêndio tenha sido criminoso, já que o sindicato “vem denunciando irregularidades no poder público local, em assentamentos, descumprimento de leis trabalhistas pelos empregadores rurais e exploração por parte dos latifundiários da região”. O caso está sendo investigado pela polícia.

You may also read!

Quem é César Lira, o primo de Arthur demitido do Incra

Exonerado da superintendência do Incra em Alagoas, primo do presidente da Câmara privilegiou ações em Maragogi, onde planeja disputar

Read More...

Reportagem sobre Arthur Lira ganha Prêmio Megafone de Ativismo

Vencedor da categoria Mídia Independente, dossiê do De Olho nos Ruralistas detalha face agrária e conflitos de interesse da

Read More...

Apenas 1/3 da cúpula ruralista votou pela prisão de Chiquinho Brazão

Entre 48 deputados que integram cargos de comando na Frente Parlamentar da Agropecuária, 20 votaram contra a detenção do

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu