Incêndio em sindicato de Goiás pode ter sido criminoso, diz Contag

In De Olho nos Conflitos, Principal, Últimas

Confederação de Trabalhadores Rurais desconfia de retaliação política, por causa de denúncias de irregularidades cometidas pelo poder público ou por ruralistas

A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag) relatou nesta quinta-feira (10/11) que um incêndio pela manhã no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Cavalcante e Teresina de Goiás, em Cavalcante (GO), destruiu computador, impressora e documentos de até 15 anos.

A organização desconfia que o incêndio tenha sido criminoso, já que o sindicato “vem denunciando irregularidades no poder público local, em assentamentos, descumprimento de leis trabalhistas pelos empregadores rurais e exploração por parte dos latifundiários da região”. O caso está sendo investigado pela polícia.

You may also read!

Com Bolsonaro, a vida na única reserva extrativista do Mato Grosso está mais difícil

Moradores contam que um avião sobrevoou as casas em fevereiro atirando veneno tanto quanto podia; Assembleia Legislativa tentou acabar

Read More...

Matopiba concentra mais da metade das queimadas no Cerrado

Uma das principais fronteiras do agronegócio no Brasil, região também lidera casos no acumulado de 2019, com aumento de

Read More...

Povos tradicionais e extrativistas traçam estratégias de resistência em defesa do Cerrado

Em sua 9ª edição, o Encontro e Feira dos Povos do Cerrado reuniu indígenas, quilombolas, quebradeiras de coco e

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.