Europa: ONGs coletam 1 milhão de assinaturas contra glifosato

In Agrotóxicos, De Olho na Comida, Em destaque, Principal, Últimas

Quarenta organizações se reuniram ontem em cidades europeias para lançar, em 15 países, campanha pela proibição do agrotóxico

Madri, Roma, Paris, Berlim e Bruxelas lançaram, na manhã desta quarta-feira (08/02), manifestações pela proibição do agrotóxico glifosato, o mais utilizado na Europa – e no Brasil. Dezenas de organizações começam a reunir 1 milhão de assinaturas para que a Comunidade Europeia possa ouvir a demanda e dar a elas uma resposta formal.

Em Madri, segundo a ONG Amigos de la Tierra, os ativistas disfarçaram-se de tomate, milho, berinjela e insetos e foram atacados pelo glifosato. Eles também pedem mudança no processo de aprovação de pesticidas e o estabelecimento de metas para  redução do uso dos venenos na União Europeia.

“Precisamos mudar o modelo de nossa agricultura e alimentação”, afirmou Bianca Ruibal, responsável pelo setor na Amigos de la Tierra. A organização lembra que, em 2015, a Organização Mundial da Saúde classificou o glifosato como “provável causador de câncer em humanos”.

glifosato-italia
Ao fundo, o Coliseu, em Roma (Foto: Greenpeace)

A Iniciativa Cidadã Europeia reúne diversas outras organizações. Uma das mais conhecidas delas é o Greenpeace. “Este ano finalmente temos a oportunidade de tirar o glifosato de nossos campos e de nossos pratos”, afirmou em seu site o Greenpeace italiano. A ONG destacou também a contaminação de águas pelo agrotóxico.

As organizações têm um ano para recolher as assinaturas, em pelo menos sete países da União Europeia. Mas a mobilização ocorre em 15 países.

You may also read!

Mortes, escravidão e abuso sexual: o legado das missões comandadas pelo pai de antropólogo preso pelo Ibama

Edward Luz foi preso em flagrante ao invadir terra indígena; seu pai homônimo expôs durante entrevistas à imprensa, uma

Read More...

Ambev diz que vai “fazer chover” fora da cidade para não molhar foliões em SP

Empresa contratou para o carnaval a ModClima, que prestou sem concorrência serviços para a Sabesp, entre 2007 e 2016;

Read More...

Multas do Ibama para assassinos de Dorothy Stang prescreveram ou ainda não foram pagas

Regivaldo Pereira Galvão, o Taradão, e Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, receberam autuações milionárias por desmatamento em 2004,

Read More...

5 commentsOn Europa: ONGs coletam 1 milhão de assinaturas contra glifosato

Leave a reply:

Your email address will not be published.