‘De Olho’ está em relatório Abert sobre violência contra jornalistas em 2016

In De Olho na Imprensa, Principal, Últimas

Casos aumentaram 62,26% no ano passado; equipe foi agredida em novembro, na sede da Frente Parlamentar da Agropecuária

O relatório anual da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) sobre Violações à Liberdade de Expressão — 2016, publicado nesta terça-feira (21), mostra que os casos de violência contra jornalistas em 2016, no Brasil, saltaram de 116 para 174, um aumento de 62,26%. Os registros de violência não-letal atingiram 261 profissionais.

Imagem do relatório

A equipe do De Olho nos Ruralistas está na lista dos jornalistas agredidos. No dia 29 de novembro, Alceu Castilho, editor do observatório, e André Takahashi, coordenador de projetos, foram expulsos aos solavancos de uma reunião pública da Frente Parlamentar da Agropecuária, em Brasília. Um assessor da FPA tentou quebrar a câmera. A expulsão foi registrada em vídeo e está descrita neste texto: “Almoço da bancada ruralista tem ira de deputados e expulsão de repórteres“.

Segundo a organização Repórteres Sem Fronteiras, o Brasil foi o segundo país mais violento da América Latina, no que se refere à liberdade de imprensa, em 2016. Ficou atrás apenas do México.

You may also read!

Apenas 1/3 da cúpula ruralista votou pela prisão de Chiquinho Brazão

Entre 48 deputados que integram cargos de comando na Frente Parlamentar da Agropecuária, 20 votaram contra a detenção do

Read More...

Gigantes da moda usam algodão “sujo” do Cerrado em suas roupas

Pesquisa da ONG Earthsight identificou que as marcas Zara e H&M, líderes mundiais no setor, usam matéria-prima oriunda dos

Read More...

Dossiê “Arthur, o Fazendeiro” é finalista do prêmio Megafone

Pesquisa sobre a face agrária do presidente da Câmara analisou o domínio territorial e político dos clãs Pereira e

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu