Com vice ligado ao agronegócio, Amoêdo apresenta propostas apenas para o meio ambiente

In De Olho na Política, De Olho no Agronegócio, De Olho no Ambiente, Em destaque, Principal, Últimas
Candidatura liberal defenderá subsídios? (Foto: Facebook)

Candidato do Novo não exibe nenhuma ideia para agricultura ou alimentação; Christian Lohbauer já foi diretor na Bayer, na Sociedade Rural Brasileira e presidiu CitrusBR

Por Leonardo Fuhrmann

O presidenciável do partido Novo, João Amoêdo, não apresentou propostas em seu plano de governo para a maioria dos temas relacionados à vida rural do Brasil. Não trata de questões de reforma agrária, proteção a povos tradicionais, garantias dos direitos alimentares, acesso à tecnologia, combate à pobreza e ao trabalho escravo, fim dos conflitos e nem de economia do campo.

Lohbauer, à esquerda: defesa do agronegócio. (Foto: Reprodução/YouTube)

Apesar de não citar diretamente os interesses do agronegócio, a candidatura de Amoêdo tem ligação direta com o setor. O vice-presidente de sua chapa, o cientista político Christian Lohbauer, trabalhava como diretor da Sociedade Rural Brasileira – uma das organizações mais antigas do setor, apoiadora do golpe de 1964 e pioneira na pressão pelo impeachment de Dilma Rousseff.

Lohbauer também já presidiu a Associação Nacional de Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR). Em 2013, ele deixou o cargo para assumir a Diretoria de Assuntos Corporativos da Bayer, a multinacional alemã com negócios na área. Antes, foi diretor executivo da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos (Abef).

PROPOSTAS PARA AMBIENTE SÃO GENÉRICAS

Amoêdo é o mais rico entre os presidenciáveis. Ele declarou ao Tribunal Superior Eleitoral um patrimônio de R$ 425 milhões, a maior parte dele em investimentos no mercado financeiro.

Sobre o meio ambiente, Amoêdo apresentou quatro propostas: ampliação da energia renovável e fim dos subsídios às energias não renováveis; avanço no cadastro ambiental e aplicação do Código Florestal; redução do desmatamento ilegal da Amazônia; e saneamento de rios, praias e baías com o apoio da iniciativa privada.

You may also read!

Imobiliária de Ricardo Nunes mostra conexão empresarial com parceiros da zona sul

Dono da Topsul Empreendimentos, prefeito e amigos maçons montaram empresa em nome de parentes; todos tinham conexão com Associação

Read More...

Green Village: o condomínio em Interlagos onde Ricardo Nunes e amigos fazem seu “banco imobiliário”

Maçons e empresários do ramo de imóveis, grupo do prefeito tem apartamentos no local e tentáculos na prefeitura, em

Read More...

Abraji define nota da prefeitura de São Paulo como “intimidação” ao De Olho nos Ruralistas

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo manifestou apoio ao observatório após Ricardo Nunes associar cobertura a crime de "perseguição"; reportagem

Read More...

Mobile Sliding Menu