Trabalho escravo: quem é o ex-governador de SC beneficiado por decisão de juíza

In De Olho na Política, Em destaque, Principal, Últimas

Magistrada criticou fiscais do Ministério do Trabalho e disse que trabalhadores libertados eram “viciados”, relata a Repórter Brasil; Henrique Cordova é produtor de maçãs; em 2012 declarou R$ 8 milhões

Uma juíza de Santa Catarina não se impressionou com um flagrante de trabalho escravo ocorrido em 2010, em São Joaquim. A equipe do Ministério do Trabalho libertou 156 trabalhadores de uma fazenda de maçã. A magistrada defendeu o empregador por não devolver a carteira de trabalho e criticou os fiscais. Ela definiu os trabalhadores como “viciados em álcool e drogas ilícitas”. A reportagem pode ser conferida aqui: “Juíza diz que trabalhadores são ‘viciados’ e que reter seus documentos ‘causa bem à sociedade’“.

O empregador, o advogado Henrique Cordova, pertence a um setor muito específico da sociedade: a política. Foi governador biônico de Santa Catarina entre 1982 e 1983, pelo PDS, deputado estadual e federal pela Arena e deputado federal Constituinte, primeiro pelo PDS, depois pelo PFL. Hoje recebe uma aposentadoria de R$ 9.550 ,95 de aposentadoria pelo Instituto de Previdência de Santa Catarina (Iprev). E, principalmente, vive do agronegócio.

Em 2012, candidato derrotado à prefeitura de São Joaquim, pelo PPS, declarou R$ 7,9 milhões. Vejamos:

henriquecordova

As empresas estão em nome da mulher, portanto, Marita Stadler Cordova. A Ipê foi aberta em 1976. A São Luiz, sociedade dela com a filha Cilene, em novembro de 1984 – nos estertores da ditadura. A Mareli Agropastoril Ltda (este é o nome real da empresa), em 1987. Todas voltadas para o cultivo de maçã.

Foi a São Luiz Fruticultura a empresa flagrada com trabalho escravo, em 2010.

Em nota à imprensa, em 2012, Henrique Cordova negou a existência de trabalho em suas fazendas. Contou que não era mais sócio da empresa, desde 1996 (ele não informou que os bens da esposa constam de sua declaração), e atribuiu as denúncias a uma campanha para que ele não fosse eleito prefeito.

A Mareli Agropastoril é uma sociedade com Aristorides Stadler, o Ari Stadler, que chegou a ser senador, em 2002, pelo PP, como suplente de Jorge Bornhausen – uma figura bem mais conhecida entre os quadros catarinenses da ditadura de 1964. Cordova era vice-governador de Bornhausen, antes de assumir o governo de Santa Catarina.

Em 2014, Marita era a 9ª maior devedora para o Banco Regional de Desenvolvimento para o Extremo Sul (BRDE), com R$ 4,7 milhões.

Funcionários da fazenda de maçãs deixaram seu registro

Segundo a Repórter Brasil, os trabalhadores libertados em 2010 não conseguiam voltar para suas casas no interior do Rio Grande do Sul: “Sequer conseguiam chegar à cidade mais próxima, São Joaquim, a 40 quilômetros da fazenda onde trabalhavam, por estrada de chão”.

A reportagem informa que – em pleno frio catarinense – eles moravam em um barracão de alvenaria, “em camas com pregos expostos, sem lençóis ou cobertores”. “Os banheiros não possuíam portas e eram integrados aos quartos, fazendo com que a água do banho escorresse por debaixo das camas e aumentasse a umidade do local”.

Não tinham acesso a água potável e nem proteção para a aplicação de agrotóxicos. Os banheiros das frentes de trabalho não tinham papel higiênico. (Alceu Luís Castilho)

You may also read!

Estudo identifica pelo menos três mortes ao ano provocadas por agrotóxicos em Goiás

Pesquisadores da Universidade de Rio Verde identificaram 2.938 casos de intoxicação entre 2012 e 2022, que causaram câncer e

Read More...

Quem é César Lira, o primo de Arthur demitido do Incra

Exonerado da superintendência do Incra em Alagoas, primo do presidente da Câmara privilegiou ações em Maragogi, onde planeja disputar

Read More...

Reportagem sobre Arthur Lira ganha Prêmio Megafone de Ativismo

Vencedor da categoria Mídia Independente, dossiê do De Olho nos Ruralistas detalha face agrária e conflitos de interesse da

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu