Conheça os 124 deputados da FPA que derrubaram Dilma e mantiveram Temer

In Bancada Ruralista, De Olho na Política, De Olho nos Retrocessos, Governo Temer, Últimas

Alguns membros da Frente Parlamentar da Agropecuária votaram pelo impeachment e contra o presidente; outros fizeram o contrário; mas 80% votaram contra ela e a favor dele

Por Alceu Luís Castilho

De Olho nos Ruralistas constatou que 124 deputados da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) votaram tanto pelo impeachment de Dilma Rousseff, em abril de 2016 na Câmara, como pelo arquivamento da denúncia de corrupção passiva contra Michel Temer, em agosto de 2017. Leia aqui: “Frente Parlamentar da Agropecuária compôs 50% dos votos do impeachment e 51% dos votos para manter Temer“.

Outros deputados da FPA também ajudaram a dar o prosseguimento do processo contra a presidente, acusada de dar pedaladas fiscais. Mas não apoiaram Temer na votação de agosto. Outros fizeram o contrário: votaram a favor de Dilma Rousseff, mas também aderiram ao atual presidente.

Oitenta por cento dos que estiveram nas duas sessões, porém, votaram de forma casada: não a Dilma e sim a Temer. Entre eles estão expoentes da FPA, como o atual presidente, Nilson Leitão (PSDB-MT), o presidente em 2016, Marcos Montes (PSD-MG), e o onipresente Alceu Moreira (PMDB-RS), presidente da CPI da Funai e do Incra.

Outros não são tão atuantes entre os ruralistas, mas se tornaram conhecidos por outros motivos. É o caso dos deputados Wlad Costa (SD-PA) – aquele que tatuou temporariamente no ombro o nome do presidente – e André Fufuca (PP-MA). O maranhense Fufuquinha chegou a assumir a Presidência da Câmara durante viagens de Michel Temer e de seus primeiros sucessores imediatos ao Palácio do Planalto.

Vejamos a lista completa:

Região Norte:

Wlad Costa emplacou o irmão na superintendência do Incra em Santarém (PA).

-> Jéssica Sales (PMDB-AC)
-> Silas Câmara (PRB-AM)
-> André Abdon (PP-AP)
-> Delegado Éder Mauro (PSD-PA)
-> Francisco Chapadinha (PTN-PA)
-> Hélio Leite (DEM-PA)
-> José Priante (PDMB-PA)
-> Josué Bengtson (PTB-PA)
-> Wladimir Costa (SD-PA)
-> Lucio Mosquini (PMDB-RO)
-> Luiz Cláudio (PR-RO)
-> Marinha Raupp (PMDB-RO)
-> Nilton Capixaba (PTB-RO)
-> Abel Mesquita Junior (PMB-RR)
-> Carlos Henrique Gaguim (PMDB-TO)
-> Dulce Miranda (PMDB-TO)
-> Josi Nunes (PMDB-TO)
-> Lázaro Botelho (PP-TO)

Região Nordeste:

Fufuquinha: um dos primeiros na linha sucessória ao Palácio do Planalto.

-> Arthur Lira (PP-AL)
-> Marx Beltrão (PMDB-AL)
-> Antonio Imbassahy (PSDB-BA)
-> Benito Gama (PTB-BA)
-> Claudio Cajado  (DEM-BA)
-> Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA)
-> Danilo Forte (PSB-CE)
-> Genecias Noronha (SD-CE)
-> André Fufuca (PP-MA)
-> Cleber Verde (PRB-MA)
-> Hildo Rocha (PMDB-MA)
-> Juscelino Rezende Filho (DEM-MA)
-> Benjamin Maranhão (SD-PB)
-> Efraim Filho (DEM-PB)
-> Hugo Motta (PMDB-PB)
-> Átila Lira (PSB-PI)
-> Júlio Cesar (PSD-PI)
-> Beto Rosado (PP-RN)
-> Walter Alves (PMDB-RN)

Região Centro-Oeste:

Tereza Cristina: a deputada mais atuante na FPA.

-> Alberto Fraga (DEM-DF)
-> Izalci (PSDB-DF)
-> Alexandre Baldy (PTN-GO)
-> Célio Silveira (PSDB-GO)
-> Daniel Vilela (PMDB-GO)
-> Heuler Cruvinel (PSD-GO)
-> João Campos (PRB-GO)
-> Jovair Arantes (PTB-GO)
-> Lucas Vergilio (SD-GO)
-> Magda Mofatto (PR-GO)
-> Pedro Chaves (PMDB-GO)
-> Roberto Balestra (PP-GO)
-> Carlos Marun (PMDB-MS)
-> Elizeu Dionizio (PSDB-MS)
-> Geraldo Resende (PSDB-MS)
-> Tereza Cristina (PSB-MS)
-> Adilton Sachetti (PSB-MT)
-> Fabio Garcia (PSB-MT)
-> Nilson Leitão (PSDB-MT)
-> Professor Victório Galli (PSC-MT)

Região Sudeste:

Newton Cardoso Jr: filho de ex-governador mineiro, produtor de eucaliptos.

-> Marcus Vicente (PP-ES)
-> Bilac Pinto (PR-MG)
-> Bonifácio de Andrada (PSDB-MG)
-> Carlos Melles (DEM-MG)
-> Diego Andrade (PSD-MG)
-> Domingos Sávio (PSDB-MG)
-> Fábio Ramalho (PMDB-MG)
-> Jaime Martins (PSD-MG)
-> Leonardo Quintão (PMDB-MG)
-> Marcelo Aro (PHS-MG)
-> Marcos Montes (PSD-MG)
-> Marcus Pestana (PSDB-MG)
-> Mauro Lopes (PMDB-MG)
-> Misael Varella (DEM-MG)
-> Newton Cardoso Jr (PMDB-MG)
-> Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG)
-> Raquel Muniz (PSC-MG)
-> Renzo Braz (PP-MG)
-> Saraiva Felipe (PMDB-MG)
-> Toninho Pinheiro (PP-MG)
-> Zé Silva (SD-MG)
-> Aureo (SD-RJ)
-> Ezequiel Teixeira (PTN-RJ)
-> Francisco Floriano (DEM-RJ)
-> Paulo Feijó (PR-RJ)
-> Roberto Sales (PRB-RJ)
-> Soraya Santos (PMDB-RJ)
-> Baleia Rossi (PMDB-SP)
-> Bruna Furlan (PSDB-SP)
-> Eli Correa Filho (DEM-SP)
-> Evandro Gussi (PV-SP)
-> Fausto Pinato (PP-SP)
-> Guilherme Mussi (PP-SP)
-> Herculano Passos (PSD-SP)
-> Milton Monti (PR-SP)
-> Nelson Marquezelli (PTB-SP)
-> Paulo Pereira da Silva (SD-SP)

Região Sul:

Alceu Moreira: tropa de choque na CPI da Funai. (Foto: Lula Marques/Agência PT)

-> Alex Canziani (PTB-PR)
-> Alfredo Kaefer (PSL-PR)
-> Dilceu Sperafico (PP-PR)
-> Evandro Rogerio Roman (PSD-PR)
-> Giacobo (PR-PR)
-> Hermes Parcianelloo (PMDB-PR)
-> Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR)
-> Luiz Nishimori (PR-PR)
-> Nelson Meurer (PP-PR)
-> Sergio Souza (PMDB-PR)
-> Takayama (PSC-PR)
-> Alceu Moreira (PMDB-RS)
-> Covatti Filho (PP-RS)
-> Darcísio Perondi (PMDB-RS)
-> Mauro Pereira (PMDB-RS)
-> Osmar Terra (PMDB-RS)
-> Renato Molling (PP-RS)
-> Celso Maldaner (PMDB-SC)
-> João Rodrigues (PSD-SC)
-> Marco Tebaldi (PSDB-SC)
-> Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC)
-> Ronaldo Benedet (PMDB-SC)
-> Valdir Colatto (PMDB-SC)

ELES TAMBÉM ESTAVAM NA COMISSÃO ESPECIAL

Entre esses deputados, 11 fizeram parte também da Comissão Especial, na Câmara, que admitiu inicialmente a admissibilidade do processo de impeachment contra Dilma Rousseff, antes dele seguir para o plenário. Naquela época a votação se mostrava um pouco mais apertada do que acabaria sendo no dia 17 de abril de 2016.

Lúcio e Geddel Vieira Lima: onipresentes.

Dois destaques são o atual e o último presidentes da Frente Parlamentar da Agropecuária, Nilson Leitão (PSDB-MT) e Marcos Montes (PSD-MG). Outro que se tornou mais conhecido recentemente, por conta de investigações policiais, é o deputado Lucio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima e do diretor Legislativo da Câmara, Afrísio Vieira Lima. Os três são sócios em fazendas na Bahia, ocupadas no sábado por um grupo de camponeses.

Outro deputado ruralista com muito poder que votou contra Dilma desde a Comissão Especial e ajudou a livrar Temer é Leonardo Quintão (PMDB-MG), ligado ao setor da mineração. A lista de mineiros se completa com Marcelo Aro (PHS-MG) e Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG).

Os demais parlamentares fiéis a Temer por três vezes, duas vezes em 2016 e uma em 2017, são Benito Gama (PTB-BA), Danilo Forte (PSB-CE), Jovair Arantes (PTB-GO) e dois deputados cujos sobrenomes – e apelido – dizem muito sobre esse movimento dos ruralistas: Osmar Terra (PMDB-RS) e Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SD-SP).

LEIA MAIS:
Frente Parlamentar da Agropecuária compôs 50% dos votos do impeachment e 51% dos votos para manter Temer
Governo Temer atendeu 13 das 17 pautas prioritárias dos ruralistas, diz a Folha
Entre os deputados da FPA, 31 derrubaram Dilma e votaram contra Temer em 2017
Conheça os 124 deputados da FPA que derrubaram Dilma e mantiveram Temer
Deputados ruralistas que votaram a favor de Dilma dividiram-se em relação a Temer
9 deputados ruralistas estão entre 13 recordistas de acusações criminais no STF
Ruralistas da ‘bancada do Refis’ devem R$ 135 milhões à União; seus líderes respondem por crimes tributários no STF

You may also read!

General Etchegoyen diz que quilombolas de Alcântara são “cooptados por antropólogos estrangeiros”

Áudio divulgado pelo The Intercept Brasil mostra ministro minimizando luta dos maranhenses pelo território: "Ah, não quero sair porque

Read More...

Em relatório, Cimi descreve ‘ataque ruralista’ generalizado contra povos indígenas

Documento aponta papel do Congresso e mostra como direitos foram pulverizados em 2016, do número zero de demarcações ao

Read More...

ICMBio abre parcerias privadas para “uma Bélgica” de parques nacionais na Amazônia, Sul e Sudeste

Editais para estudos de Unidades de Conservação se encerram nesta terça (10/08); incluem o Parque do Itatiaia, no Rio,

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu