‘De Olho’ participa nesta quarta de seminário sobre Ética, Ciência e Direitos na UFSC

In Povos Indígenas, Principal, Quilombolas, Últimas

Evento em Florianópolis reúne pesquisadores, indígenas, quilombolas e juristas para discutir direitos territoriais das comunidades tradicionais

O programa de pós-graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) promove nesta quarta-feira (27/09) a segunda edição do seminário “Ética, Ciência e Direitos”, na reitoria do campus Trindade, em Florianópolis. O De Olho nos Ruralistas, por meio de seu coordenador, Alceu Luís Castilho, é um dos convidados para o debate que se inicia às 18h30, sobre direitos constitucionais e ética.

Os demais participantes dessa mesa são Carlos Marés, ex-presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), e Paulo Leivas, procurador do Ministério Público Federal (MPF). A coordenação será do professor Ricardo Cid Fernandes, da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

 

A roda de conversa das 14h30 discutirá autonomia científica e direitos territoriais. A coordenadora do Comitê Quilombos da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), Raquel Mombelli, conversará com indígenas, quilombolas, representantes do Ministério Público Federal, da Câmara, de universidades e organizações não governamentais.

O seminário começou no dia 20, também com a presença de lideranças indígenas e quilombolas.

You may also read!

João Goulart Filho é único candidato a apresentar meta no número de assentados pela reforma agrária

Entre os nanicos, filho de Jango é quem tem proposta mais detalhada em relação aos temas do campo; De

Read More...

Atuação na logística liga governador do Amazonas a madeireiras e mineradoras

Setores dominam o jogo político no estado; na disputa pelo quinto mandato, Amazonino Mendes (PDT) é aliado de empresários

Read More...

Agronegócio estrutura-se e chega em 2018 com estratégia de “um pé em cada canoa”

Observatório publica série sobre presidenciáveis; eleição com candidata indígena e duas senadoras ruralistas tem ineditismo escondido pela violência verbal

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu