De Olho nos Ruralistas sorteará livros todos os meses para os assinantes

In De Olho na Imprensa, De Olho nos Conflitos, Em destaque, Povos Indígenas, Principal, Últimas

Durante o reinício da campanha De Olho nos Mil Parceiros os sorteios serão semanais; primeiro livro da promoção é “Marx Selvagem”, de Jean Tible, professor de Ciência Política da USP

De Olho Nos Ruralistas chega à segunda etapa de sua campanha de assinaturas – a primeira começou em março de 2017 – com o objetivo de atingir a meta de mil parceiros e, entre outras atividades, fazer uma cobertura mais ampla das eleições 2018. Para inaugurar esta nova etapa da campanha De Olho nos Mil Parceiros 2018/19, o observatório inicia uma série de sorteios de livros publicados por editoras independentes.

O primeiro livro a ser sorteado é “Marx Selvagem”, de Jean Tible, professor do Departamento de Ciência Polícia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH-USP) da Universidade de São Paulo. O livro foi escolhido para inaugurar a nova fase da campanha por causa das comemorações dos 200 anos de nascimento do filósofo alemão.

A obra, editada pela Autonomia Literária, traça uma ponte entre a sociedade sem Estado, vislumbrada por Marx, e a sociedade contra o Estado, do antropólogo Pierre Clastres. O livro reflete o contexto em que etnias indígenas da América Latina assumem um protagonismo geopolítico, obrigando a esquerda tradicional do continente a rever seus dogmas sobre a produção, o desenvolvimento e o próprio Estado.

O segundo livro a ser sorteado,”Do corpo ao pó: crônicas da territorialidade kaiowá e guarani nas adjacências da morte”, foi escrito pelo antropólogo Bruno Martins Morais. O trabalho publicado pela Editora Elefante venceu o prêmio Anpocs (da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais) de melhor dissertação em Ciências Sociais.

O livro narra de modo poético a trágica situação de violência e abandono em que as comunidades Guarani Kaiowá se encontram. Advogado atuante na defesa dos Guarani, Morais explica como os Kaiowá dão sentido à sua cosmologia em um cenário intenso; e como eles lutam para assegurar direitos fundamentais negados pelo Estado brasileiro, em especial o acesso à própria terra.

O terceiro livro a ser sorteado para os assinantes foi escrito pelo frade dominicano Henri Burin des Roziers.  Sacerdote e advogado aliado dos sem-terra nas margens da floresta amazônica, ele morreu no ano passado.  “Apaixonado por justiça: conversas com Sabine Rousseau e outros escritos” conta sua trajetória de luta junto à Comissão Pastoral da Terra e aos camponeses, contra os grandes latifundiários. O livro foi publicado inicialmente na França com o nome “Comme une rage de justice”. Foi traduzido e adaptado no Brasil  neste ano pela Editora Elefante.

O quarto e último livro dessa primeira leva de sorteios também foi publicado pela Editora Elefante: “O perecível e o imperecível: reflexões guarani mbya sobre a existência”, do antropólogo Daniel Calazans Pierri.

A obra é composta por um estudo refinado sobre a cosmologia dos Guarani Mbya em aldeias espalhadas nas regiões Sul e Sudeste do país. Pierri escutou as reflexões de jovens e caciques sobre como eles irão sobreviver no século 21. Com as aldeias cercadas pelas cidades, os indígenas elaboram uma crítica profunda sobre a sociedade do consumo. Para eles, as mercadorias foram feitas para enganar os brancos.

OBSERVATÓRIO É MANTIDO PELOS LEITORES

De Olho nos Ruralistas considera o financiamento pelos leitores um fator crucial para manter a independência política do projeto. Outros projetos, como o De Olho no Paraguai, ganharam financiamentos específicos (no caso, da Fundação Rosa Luxemburgo), mas o cotidiano do site é mantido pelos assinantes.

Quem ainda não é parceiro do observatório e quer concorrer a esses sorteios ainda pode se cadastrar. As contribuições partem de R$ 12 mensais. Basta acessar a página da campanha De Olho nos Mil Parceiros.

Para se inscrever no sorteio – restrito aos assinantes – clique aqui.

You may also read!

Novo defensor dos agrotóxicos, Nizan Guanaes tem casa de campo com horta orgânica

Publicitário contratado para melhorar imagem do agronegócio vendeu touros e promoveu o Canal Rural; ele tem imóvel na Fazenda

Read More...

Imobiliária põe Ilha das Couves à venda por R$ 31 milhões e será notificada pela União

Informada pelo De Olho nos Ruralistas sobre o anúncio, SPU diz que comercialização de ilhas é proibida pela Constituição;

Read More...

De Olho nos Ruralistas lança canal no Instagram

Observatório pretende ter mais independência na divulgação das reportagens, em relação à hegemonia do Facebook, e conversar com novos

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu