De Olho é selecionado pelo Fundo de Equidade para o Jornalismo, do Google

In De Olho na Imprensa, De Olho no Agronegócio, Em destaque, Principal, Últimas

Observatório usará recursos para manter e aperfeiçoar projeto que dá visibilidade às lutas dos povos do campo; veículos como InfoAmazonia, O Eco, Projeto #Colabora e Agência Pública também foram contemplados

Por De Olho nos Ruralistas

O De Olho nos Ruralistas foi um dos mais de 35 veículos de comunicação do Brasil selecionados pelo Fundo de Equidade para o Jornalismo (News Equity Fund), do Google. Criada em 2021, a iniciativa global tem como objetivo trazer mais diversidade e igualdade no ecossistema de notícias. O anúncio aconteceu nesta terça-feira (15), por meio da Google News Initiative (GNI).

Google apoia veículos que atendem comunidades sub-representadas. (Imagem: Divulgação)

Segundo o diretor e editor-chefe do observatório, Alceu Luís Castilho, os recursos serão utilizados para manter e aperfeiçoar o projeto De Olho na Resistência, que dá visibilidade às lutas dos povos do campo, indígenas, camponeses e quilombolas, pelo território, pelo ambiente e por uma alimentação saudável.

“O direito à informação precisa ser estendido e confirmado diariamente com o trabalho realizado por jornalistas e outros profissionais ao longo do mundo”, afirma Castilho. “Uma simples passada de olho pelos contemplados no edital mostra dezenas de organizações que merecem muito mais visibilidade e mais estrutura do que têm hoje”.

A lista nacional inclui nomes como InfoAmazonia, ((o))eco, Projeto #Colabora, Marco Zero Conteúdo, Voz das Comunidades, Ponte Jornalismo, Agência Pública e Alma Preta Jornalismo, todas elas referências na veiculação de informações de qualidade sobre temáticas como o ambiente e os direitos humanos. A seleção completa está disponível no site da GNI.

Jornalistas independentes e pequenas e médias organizações jornalísticas que produzem conteúdo original para um audiência sub-representada puderam se inscrever para o fundo e, assim, obter a possibilidade de expandir suas operações. Feminismo e comunidades periféricas foram alguns temas priorizados.

“Iremos incluir e capacitar, no caso do Brasil, sites, jornais e rádios comunitárias de pequeno e médio porte de diversas regiões do país, criando uma rede de jornalismo para públicos sub-representados e adicionalmente contribuindo com o combate a desertos de notícias”, disse o Google, em comunicado.

Em todo o mundo, a multinacional estadunidense contemplou 450 organizações, de 52 países. Na Bolívia, o La Región capacitará comunicadores e jornalistas de regiões de conflito para formar uma rede especializada em questões ambientais, mudanças climáticas e povos indígenas.

PROGRAMA SEMANAL REVERBERA A LUTA DOS POVOS DO CAMPO

Dos protestos contra invasão dos territórios à atuação direta na Justiça e no Congresso, da promoção da agroecologia e da preservação ambiental às lutas para manter as florestas de pé, De Olho na Resistência é uma adaptação da editoria inaugurada no dia 1º de janeiro de 2019, no primeiro dia do governo Bolsonaro.

Camponeses, como os sem-terra, são o foco do programa. (Imagem: De Olho nos Ruralistas)

Apresentado pela historiadora Luma Prado, o programa semanal trata de diversos movimentos, conflitos e territórios, sempre sob a perspectiva dos povos do campo, como os quilombolas do Jalapão, no Tocantins, e os pescadores do Sergipe. O projeto audiovisual acompanhou in loco a volta dos camponeses expulsos de acampamento em Rondônia.

Tecnologia, prevenção e combate ao fogo, agroecologia e o combate aos agrotóxicos foram alguns dos assuntos abordados nos primeiros doze meses, em um ano marcado também pela solidariedade dos povos do campo durante a pandemia e as enchentes. Naquele período, noticiamos ainda que o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) tinha voltado a fazer ocupações.

Em 2022, ano eleitoral, demos visibilidade a grupos historicamente excluídos do poder, ao fomentar a campanha “Por uma Bancada Socioambiental” e comprometida com a comida boa e saudável na mesa dos brasileiros.

A temporada do programa enalteceu as candidaturas progressistas de indígenas, quilombolas e camponeses, além de fortalecer os nomes e as plataformas de ambientalistas, cientistas, mulheres e LGBTQIA+ do campo. Terminada a apuração, publicamos um vídeo sobre essa nova bancada socioambiental. Confira:

OBSERVATÓRIO PRECISA DE ASSINATURAS PARA MANTER EQUIPE

Fundado em 2016, como um projeto regular de produção de conteúdo, De Olho nos Ruralistas é um observatório sobre o agronegócio, atento às movimentações políticas e econômicas e suas consequências destruidoras do ponto de vista socioambiental, denunciando também a violência provocada pelo projeto expansionista das grandes corporações do setor.

Você já assina o De Olho? (Imagem: Divulgação)

Na última terça-feira (15), o dossiê “Os Financiadores da Boiada: como as multinacionais do agronegócio sustentam a bancada ruralista e patrocinam o desmonte socioambiental“, lançado em julho pelo De Olho, recebeu uma das duas menções honrosas no 4º Prêmio Livre.jor de Jornalismo Mosca. As menções foram concedidas diante da “extrema relevância dos temas”, segundo os organizadores.

O observatório teve duas reportagens entre as finalistas. A outra, a rigor, foi uma série: o Dossiê Bolsonaro trouxe um conjunto de relatórios sobre o atual governo, com ênfase nos conflitos de interesses e favorecimentos ao setor privado. São eles: O Presidente das BananasIncra Máquina de VotosAmbiente SAAs Veias Abertas e Um País sobre Censura.

Para manter a equipe, contamos com a colaboração de assinantes. A partir de R$ 12 por mês, você pode colaborar com nossa redação e começar a receber boletins exclusivos. Para saber mais, clique aqui.

Imagem principal (De Olho nos Ruralistas/Coiab): programa estreou em setembro de 2021, falando do Marco Temporal

LEIA MAIS:
Dossiê “Os Financiadores da Boiada” ganha menção honrosa no 4º Prêmio de Jornalismo Mosca
Conheça De Olho na Resistência, o programa jornalístico sobre os povos do campo
No ar, De Olho na História fala sobre as lutas, as resistências e as violências no campo
De Olho nos Ruralistas lança dossiê sobre financiamento da bancada ruralista
Conheça o Canal De Olho nos Ruralistas no YouTube 

You may also read!

Apenas 1/3 da cúpula ruralista votou pela prisão de Chiquinho Brazão

Entre 48 deputados que integram cargos de comando na Frente Parlamentar da Agropecuária, 20 votaram contra a detenção do

Read More...

Gigantes da moda usam algodão “sujo” do Cerrado em suas roupas

Pesquisa da ONG Earthsight identificou que as marcas Zara e H&M, líderes mundiais no setor, usam matéria-prima oriunda dos

Read More...

Dossiê “Arthur, o Fazendeiro” é finalista do prêmio Megafone

Pesquisa sobre a face agrária do presidente da Câmara analisou o domínio territorial e político dos clãs Pereira e

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu