Observatório lança publicação sobre controle de terras por estrangeiros no Brasil

In De Olho no Agronegócio, Em destaque, Empresas estrangeiras, Principal, Últimas

De Olho nos Ruralistas lança nesta quinta-feira documento sobre macrotendências da compra de propriedades rurais e do chamado land grabbing; evento terá debate com pesquisadores

De Olho nos Ruralistas lança nesta quinta-feira (26/10), em São Paulo, uma publicação sobre land grabbing e temas relacionados: “O Controle de Terras por Estrangeiros no Brasil”. O evento terá a participação de dois pesquisadores especializados no tema: Lorena Izá Pereira, doutoranda em Geografia na Universidade Estadual Paulista (Unesp), e José Gilberto de Souza, professor de Geografia na Unesp de Rio Claro e presidente nacional da Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB).

A Bünge tem terras em 11 estados. (Foto: Divulgação)

A participação dos acadêmicos é importante por causa do próprio método utilizado no estudo. Foram ouvidos dez especialistas, que responderam a perguntas que o observatório considerou centrais para uma visão geral do leitor sobre o tema. Entre elas: de que países vêm os investimentos e aquisições? Em que Unidades da Federação e em que regiões ocorre maior concentração? Como os pesquisadores veem o debate no Congresso sobre compra de terras por estrangeiros? Que mecanismos são usados para driblar a atual legislação?

A publicação tem o apoio da Fundação Friedrich Ebert, que apresentará o evento junto com o coordenador do De Olho nos Ruralistas, jornalista Alceu Luís Castilho. Outro pesquisador do observatório, Bruno Stankevicius Bassi, fará a apresentação do estudo (que será distribuído a cada um dos presentes), antes das intervenções de Lorena e Souza e das perguntas do público. O debate será às 19 horas, na Rua Conselheiro Ramalho, 945, no Bexiga. O evento é gratuito e não é necessário fazer inscrição. Haverá transmissão ao vivo.

Trabalhadores da soja na chinesa Fiagril, em Lucas do Rio Verde, MT (Foto: John Stanmeyer/farmlandgrab.org)


You may also read!

Comunidades kalungas vizinhas a Vão de Almas recusaram projeto de Alex Atala para baunilha do Cerrado

Grupo se sente à parte das decisões tomadas e não vê vantagem na exploração da baunilha; para os quilombolas,

Read More...

Alex Atala registra marcas da baunilha do Cerrado, alimento tradicional dos quilombolas

Instituto criado pelo chef paulista transforma a especiaria em marcas exclusivas e obtém financiamento de R$ 424 mil para

Read More...

Território de comunidades geraizeiras em Minas é invadido por transmissora de energia

Empresa pertencente à gestora canadense Brookfield instalou torres de transmissão à revelia dos camponeses e quilombolas que vivem na

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.