Tag: #DeOlhoNoCerrado

Matopiba concentra mais da metade das queimadas no Cerrado

Uma das principais fronteiras do agronegócio no Brasil, região também lidera casos no acumulado de 2019, com aumento de

Povos tradicionais e extrativistas traçam estratégias de resistência em defesa do Cerrado

Em sua 9ª edição, o Encontro e Feira dos Povos do Cerrado reuniu indígenas, quilombolas, quebradeiras de coco e

Com frutos do Cerrado, camponeses de Bonito (MS) resistem aos agrotóxicos

Aliado a práticas agroecológicas, extrativismo da bocaiuva, do bacuri e da guavira garante renda para famílias camponesas na Serra

Em nota, kalungas, Central do Cerrado e Fundação Banco do Brasil contestam afirmações de Alex Atala

Parceiros no projeto Baunilha do Cerrado refutam argumentos apresentados pelo chef após revelação, pelo De Olho nos Ruralistas, de

Comunidades kalungas vizinhas a Vão de Almas recusaram projeto de Alex Atala para baunilha do Cerrado

Grupo se sente à parte das decisões tomadas e não vê vantagem na exploração da baunilha; para os quilombolas,

Respostas do Instituto ATÁ sobre registro da marca “Baunilha do Cerrado”

De Olho nos Ruralistas enviou, em duas oportunidades, uma lista de perguntas ao Instituto ATÁ, do chef paulistano Alex

Alex Atala registra marcas da baunilha do Cerrado, alimento tradicional dos quilombolas

Instituto criado pelo chef paulista transforma a especiaria em marcas exclusivas e obtém financiamento de R$ 424 mil para

Território de comunidades geraizeiras em Minas é invadido por transmissora de energia

Empresa pertencente à gestora canadense Brookfield instalou torres de transmissão à revelia dos camponeses e quilombolas que vivem na

Após saída de médicos cubanos, Kalungas relatam atendimento precário em Goiás

Das três vagas deixadas em Cavalcante, apenas uma foi preenchida; em meio à denúncias de descaso em postos de

Para se proteger de ameaças, maior quilombo do país, o Kalunga, mapeia território em Goiás

Com apoio internacional, quilombolas georreferenciam suas terras para se defender do avanço do agronegócio, da invasão de grileiros, da