Categoria: De Olho na Imprensa

De Olho nos Ruralistas faz twittaço na quarta-feira: “O Agro não é pop”

Observatório questiona campanha da Globo, JBS e Ford, iniciada em 2016 para promover modelo que defende latifúndios e grandes

“Agro é pop”: propaganda da Globo sobre cana tem imagens de escravos

Gravuras de Henry Koster e Hercule Florence sobre engenhos ilustram trecho que celebra os R$ 52 bilhões movimentados pelo

Governo do MS fornece carne podre para comunidades indígenas

Situação foi denunciada pela imprensa local; governo estadual já foi acusado, pelo Consea, de negligência na entrega de cestas

Financiar imprensa alternativa é opção de resistência, dizem debatedores

Durante lançamento de documentário, em SP, Adriana Ramos, do ISA, e Igor Fuser, da UFABC, destacaram papel da mídia

De Olho nos Ruralistas precisa de mil assinaturas para seguir até 2018

Observatório sobre agronegócio lança campanha "De Olho nos Mil Parceiros"; entre recompensas, boletins diários e curso sobre políticos Mil assinaturas.

Le Monde repercute “apocalipse” dos assassinatos no campo no Brasil

Jornal francês fala de militante do MST morto no dia 20, "um brasileiro em guerra contra a voracidade dos

“Carne Fraca”: Record mostra que Osmar Serraglio protegia frigorífico

Ministro da Justiça diz a empresário, em áudio, que protege grupo rival; restante da imprensa silencia; ele indicou suspeito

‘De Olho’ está em relatório Abert sobre violência contra jornalistas em 2016

Casos aumentaram 62,26% no ano passado; equipe foi agredida em novembro, na sede da Frente Parlamentar da Agropecuária O relatório

Uma das ilhas do Xingu, desmatada e queimada para o enchimento do lago de Belo Monte. Fotos de Lilo Clareto / El País

UOL mira no carnaval e descobre aumento de 58% das queimadas no Xingu

Dados do Ibama, solicitados pelo portal, mostram impacto do agronegócio na região e reforçam samba-enredo de escola carioca Levantamento feito

Deputado tucano é condenado por fraude de R$ 7 milhões da Marfrig no MT

Imprensa esconde nos títulos e demais chamadas a sigla PSDB; o G1 omite do texto o nome da empresa